SUCESSO ABSOLUTO NO LANÇAMENTO DO PROJETO CIDADE SEM DROGAS, FAMÍLIAS FELIZES

Na tarde desta quarta-feira, dia 19/07, a secretaria de Saúde, através do NAAB – Núcleo de Apoio à Atenção Básica de Lajeado do Bugre, lançou o projeto Cidade Sem Drogas, Famílias Felizes. A iniciativa conta ainda com o apoio do CRAS, secretaria de Educação e Assistência Social, Conselho Tutelar e Brigada Militar.

Comunidade e alunos acompanharam várias apresentações artísticas realizadas pelas escolas da rede municipal e do Estado, além de apresentações do CRAS. Segundo os organizados, um dos objetivos da iniciativa é trabalhar sobre o tema nas escolas, para educar, informar e orientar as crianças, adolescentes, jovens e comunidade, a fim de sensibilizar a referida população sobre os danos causados pelas drogas.

A coordenadora do NAAB, Aliciane Draback, destacou o engajamento da comunidade escolar. “Fiquei muito feliz pelo sucesso de público e o comprometimento dos parceiros desta ação, ressalto, que várias ações já estão sendo pensadas para darmos andamento neste processo de orientação e reflexão sobre os prejuízos sociais que o uso de drogas trás”, enfatizou Alice.

Durante o evento o público pode acompanhar diversas formar de expressões de repúdio contra o uso das drogas. Após os pronunciamentos oficiais, a escola municipal Ilda Casarim apresentou um teatro. Na sequência, foi a vez da escola Caramuru realizar um encenação. A Nestor Guimarães apresentou um musical. Já a escola Estadual Eugênio Korsack trouxe duas apresentações: uma música criada pelos alunos e uma coreografia teatral. Por fim, foi a vez das oficinas do CRAS deixarem a sua mensagem com duas apresentações.

O evento de lançamento do projeto foi finalizado com um caminhada até o centro da cidade. No trajeto, faixas, cartazes e frases anunciavam alertavam à população sobre a temática. Durante a caminha o grupo de capoeira do CRAS fez duas apresentações. O clube de Desbravadores `Farol da Divindade`, da Igreja Adventista finalizou as apresentações.

 

 

 

 

Núcleo de Apoio à Atenção Básica?

Os Núcleos de Apoio à Atenção Básica (NAAB) foram criados em 2011 (Resolução CIB RS 403/11), considerando 80% dos municípios gaúchos com até 16 mil hab. que, por critérios populacionais considerados na época, não podiam implantar NASF bem como a necessidade de pensar políticas específicas para esses municípios de pequeno porte.

O NAAB trabalha em conjunto com as equipes de AB na ampliação do cuidado em saúde mental, álcool e outras drogas através do apoio, objetivando:

  • Mudança nos processos de trabalho e no modelo de atenção; 
  • Territorialização e regionalização; 
  • Ações que qualifiquem a atenção em Saúde Mental, Álcool e Outras Drogas 
  • Articulação da Rede de Atenção à Saúde, intersetorial e social-comunitária

É composto por dois profissionais de nível superior (assistente social, médico, terapeuta ocupacional, educador físico, fonoaudiólogo, pedagogo, bacharel ou licenciado em artes ou psicólogo) e um de nível médio (preferencialmente acompanhante terapêutico, redutor de danos ou artesão);

O NAAB não se constitui como porta de entrada do sistema; não sendo um serviço especializado de atendimento em Saúde Mental, Álcool e Outras Drogas; seu modelo de trabalho não é ambulatorial e trabalha junto à Equipe de Atenção Básica (AB) de modo a compartilhar responsabilidades por ações de promoção e prevenção em saúde no território.

 

Tem como atribuições: 

  • ações compartilhadas de promoção da saúde; 
  • discussão de casos e atendimento compartilhado entre equipes de AB e NAAB para intervenção interdisciplinar, incluindo articulação com a rede de saúde, intersetorial e rede social; 
  • intervenções específicas com usuários e famílias; 
  • reunião de equipe e ações de educação permanente.

 

FOTO ACESSE: (Fábio C. Passini – D.C.M. / Pref. L. Bugre):

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=2129198243973739&set=pcb.2129201050640125&type=3&theater

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.